O Festival Andanças regressará ao Campinho em Agosto de 2025!

O Festival Andanças tem um novo ritmo e agora acontece de dois em dois anos! Estará de regresso ao Campinho, em Agosto de 2025!

Crescer e florescer leva tempo e o Andanças ganhou um novo ritmo nesta nova casa, um ritmo que dá lugar ao vagar, uma outra forma de existir. Desde 2023, a PédeXumbo propõe um Andanças bienal, que vai acontecer de dois em dois anos, numa vontade assumida de o tornar ainda mais sustentável; de criar melhores condições para quem o realiza e para quem nele participa, pensando e trabalhando com mais detalhe cada uma das edições; de fortalecer a ligação ao território que o acolhe, com a dinamização de projetos de criação artística na comunidade local nos anos em que não há festival. De dois em dois anos, o Andanças será um lugar mais preparado para acolher quem chega, como as famílias e os seus rebentos, e com parcerias mais fortes com esta comunidade que está agora a conhecer.

Encontramo-nos em Agosto de 2025 e até lá, estaremos dedicados à dança de preparar a próxima edição!

Fiquem atent@s ao lançamento das datas!

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Andanças está na shortlist da categoria Best Non Music Festival dos Iberian Festival Awards!

O Festival Andanças está na shortlist da categoria Best Non Music Festival dos Iberian Festival Awards!! Obrigada a tod@s @s que votaram e contribuiram para esta nomeação.
Os vencedores serão anunciados durante o Talkfesf, organizado pela Aporfest, dia 15 de Março, na gala que terá lugar na cidade de Granada, Espanha.
1f91e Andanças está na shortlist da categoria Best Non Music Festival dos Iberian Festival Awards!1f91e Andanças está na shortlist da categoria Best Non Music Festival dos Iberian Festival Awards!1f91e Andanças está na shortlist da categoria Best Non Music Festival dos Iberian Festival Awards!1f91e Andanças está na shortlist da categoria Best Non Music Festival dos Iberian Festival Awards!1f91e Andanças está na shortlist da categoria Best Non Music Festival dos Iberian Festival Awards!1f91e Andanças está na shortlist da categoria Best Non Music Festival dos Iberian Festival Awards!1f91e Andanças está na shortlist da categoria Best Non Music Festival dos Iberian Festival Awards!
Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

«O Meu Campinho Dança Assim», o documentário de Gabi Benedeti e Flávia Costa, já está disponivel para ver online!

As realizadoras Gabi e Flávia foram viver a experiência Andanças 2023, na aldeia de Campinho, no concelho de Reguengos de Monsaraz. Conversaram com os participantes, a organização, os voluntários e os coordenadores, os músicos, os formadores, as crianças e as famílias, os habitués e os novos andantes, sem esquecer os Campinhenses entre as várias gerações. O resultado foi a história «O Meu Campinho Dança Assim», uma história que nos fala de um festival, um território e duas comunidades que juntam para experiênciar “uma energia viva”.

Este documentário de Gabi Benedeti e Flávia Costa já está disponivel online, para ver aqui!

 

«O MEU CAMPINHO DANÇA ASSIM», um documentário de Gabi Benedeti e Flávia Costa

Produção: Associação PédeXumbo
Realização: Gabi benedeti e Flávia Costa

Andanças 2023
um festival PédeXumbo
Estrutura financiada por DGArtes, Republica Portuguesa – Cultura

com a parceria da Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz, União de Freguesias de Campo e Campinho, Associação Gente Nova de Campinho

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Ana Baleia traz a arte têxtil ao Festival Andanças com desperdício têxtil dos habitantes de Campinho.

A artista Ana Baleia aceitou o convite da PédeXumbo para trazer a sua arte textil aos palcos e espaços do Festival Andanças, no Campinho. Designer de moda, figurinista e artista visual, os têxteis são a matéria-prima do seu trabalho, colaborando com várias marcas, companhias de teatro, bailarinos, performers, encenadores.

Para o Andanças escolheu trabalhar usando como matéria-prima o desperdício têxtil dos habitantes de Campinho. A partir de uma campanha de recolha de roupa na aldeia, criou as suas histórias e memórias, que vieram também de Reguengos e Évora!

Assim nasceram a “Fachada” na Bilheteira, o “Vestido de Dança” que é uma peça onde o público pode ter um papel participativo e “vestir” o vestido, dando a cara e vestindo causas e palcos há “Coisas Pendentes I”, “Coisas Pendentes II” e “Roupa de Cama”, feita com os lençois brancos entregues na campanha de recolha!

« Na roupa acumulada por grupo de pessoas, fascina-me a variedade de fibras, cores, estilos, décadas, modas – um monte de histórias, um pequeno resumo de uma sociedade, a beleza da diversidade. Os trabalhos produzidos para o Andanças 2023 falam de liberdade, de aceitação e são um manifesto contra a homofobia».

Uma instalação para ver no Festival Andanças até domingo, dia 30 de julho!

 


 

Ana Baleia vive e trabalha em São Luís, Odemira, há 15 anos. Nasceu em Cascais em 1979, Licenciou-se em design de moda na faculdade de arquitectura de Lisboa e no mesmo ano foi uma das vencedoras do concurso Jovens Criadores, na categoria de Moda, representando Portugal na Bienal de Atenas. Trabalhou como designer colaborando com criadores e marcas de vestuário, até ir viver para Cabo Verde, onde foi designer de uma marca local. Decidiu ir viver para o Alentejo em 2008, desde então desenvolve o seu trabalho como designer, figurinista e artista visual, sempre com os têxteis como matéria-prima, colaborando com várias marcas, companhias de teatro, bailarinos, performers, encenadores. Em Março de 2021, o seu projecto TEX REX foi um dos seleccionados para o Programa de Apoio ao Empreendedorismo Criativo Magallanes_ICC . Em 2022 teve a primeira exposição individual, no Centro de Artes de Sines e de seguida no espaço CRIAR (Odemira). Em 2023 a Galeria Plato, em Évora, acolheu a sua exposição Re Search TEX TEX. É cofundadora da Associação Cultural e Artística “Ateneu do Catorze”, em são Luís, onde tem o seu atelier, partilhando o espaço com os restantes membros deste colectivo. Há vários anos que desenvolve projectos dedicados ao upcycling, procurando agir localmente e contribuir para uma economia circular na área dos têxteis. É, em 2023, uma das artistas apoiadas pelo programa Culture Moves Europe (financiado pela Europa Criativa, União Europeia e implementado pelo Goethe-Institut).

www.anabaleia.com

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Arranca hoje o Festival Andanças no campinho, com dezenas de atividades das 9h às 03h!

Arranca hoje o nosso Andanças! E o que esperar? Tanta coisa. O dia no Campinho amanheceu fresco e agradável, nas ruas espalharam-se esplanadas, campinhenses sorridentes por receber tanta gente e muita vontadde de começar a dançar! Hoje há Tradicionais De CaboVerde com Watty Barbosa, Dança Afro-Brasileira com Hygor Manta / Lisbloco, Galegas com Sergio Cobos, Iniciação às DançasEuropeias com Fátima Monteiro, Salsa com Estúdio 8 e a Oficina “A Caminho Da Bourrée” com Pello Irurzun!
Já começaram as oficinas de relaxamento: Liberdanza com Joaquim Caeiro, Desenvolvimento Afetivopela Massagem com Bruno e Isis e pela tardinha há Danças CircularesSagradas com Leónia Oliveira e Massagem Ayurvédica com Sofia JorgeNo Espaço Criança vai ser uma animação com Histórias à Volta do Yoga com Magicando!, Oficina “O teu Corpo é o teu Corpo” com Andreia Carvalho, Oficina de Origami com Circo Matemático, “Uma Família de Meias” com Miminhos e Cantigas e Brinquedosdo Brasil com Alex Lima.No Lavadouro multiplicam-se as oficinas de manualidades como Construçãode Cataventos com Papeleiro DoiDo, Arte com plantas com Arte Verde ou Reciclagem de Jeanse Costumização com Glória Mendes. No Chapitô há Oficina de PercussãoSamba-Reggae com Lisbloco, muito muito ritmo!!O palco Campinho recebe muita música e abre com Encanta Modas do Campinho, seguem-se Malotira e Latinas – Dj Set com Estúdio 8.À noite vamos ao baile nos palcos Seara, Adiafa e Feira com Sergio Cobos[GZ], Os Burricos[PT], Zé Oliveira[PT], Edentia[FR] e Obal[GZ]!!!
Há visitas, passeios, conversas, arruadas e performances. Um programa cheio de vontade de vos dar 4 dias de alegria no Alentejo à moda do espírito Andanças e da aldeia do Campinho!  Cá vos esperamos!

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Andanças é um festival acessível!

Com base no Relatório de Análise elaborado pela Comissão Técnica, e nos termos do nº1 do artigo 12º do Despacho nº 11448/2022, de 26 de setembro, os Conselhos Diretivos do Turismo de Portugal, I.P. e do Instituto Nacional para a Reabilitação, I.P deliberaram, a 18 de julho e a 20 de julho de 2023, respetivamente, atribuir a distinção “Festival Acessível” ao Festival Andanças da PÉDEXUMBO -Associação para a Promoção da Dança e da Música , no âmbito da candidatura apresentada ao Programa Festivais Acessíveis 2023.

Festival Acessível 2023 300x300 O Andanças é um festival acessível!

bilhetes acessíveis

Queremos que cada vez mais o Andanças seja inclusivo e acessível, por isso criámos bilhetes com condições específicas. 

Mobilidade Condicionada
2 pelo preço de 1

Destinado a pessoas com mobilidade condicionada,  pessoas Surdas, Cegas e pessoas com deficiência visual ou auditiva + acompanhante.  

A entrada do acompanhante no festival é gratuita.

Grupos
Desconto de 20%

O Andanças oferece 20% de desconto em bilhetes para o festival a grupos com um mínimo de 10 pessoas, quando adquiridos por associações de solidariedade social/IPSS.

*Desconto aplicável sobre o preço inteiro de passe ou bilhete diário.

AQUISIÇÃO DE BILHETES acessíveis

 

Podes esclarecer dúvidas ou adquirir os bilhetes acessíveis através do email bilheteira@andancas.net, durante toda a fase de venda de bilhetes online. 

No espaço do festival, podes trocar o teu bilhete eletrónico por pulseira ou adquirir bilhetes acessíveis na bilheteira oficial, que se situa no Espaço Cultural do Campinho, ou no Posto de Informações, localizado à entrada do recinto principal, que fica no Parque de Feiras do Campinho. 

recinto principal

 

O recinto principal é a área do festival que é considerada totalmente acessível. É uma área plana e permite uma circulação em conforto e segurança a todas as pessoas com mobilidade condicionada.
No recinto principal, existem áreas reservadas a pessoas com deficiência ou mobilidade condicionada em cada um dos palcos de dança.

programa

 

O programa completo do festival está disponível em PDF interativo no link abaixo.

Andanças’23_Programa em PDF Interativo para descarregar

ATIVIDADES COM TRADUÇÃO EM LÍNGUA GESTUAL PORTUGUESA

Este ano contamos com a presença da Associação de Surdos de Évora para traduzir algumas das atividades do programa do Festival Andanças em Língua Gestual Portuguesa!

Dia 27
Oficina Arte Verde – Arte com Plantas
Oficina de Danças Circulares Sagradas – Leónia Oliveira

Dia 28
Oficina Fado Dançado Marisa Barroso
Oficina Encontros do Umbigo Pramod

Dia 29
Oficina Danças Ciganas Romani Marta Portugal
Oficina de Massagem Ayurvédica com música ao vivo Sofia Jorge

Dia 30
Percussão Corporal Marco Santos 

Oficina de Yoga Dance Diana Rego

Cuidados de saúde

 

No Andanças existe um Espaço de Saúde, em funcionamento 24h, durante os dias do festival, que se situa na Unidade de Saúde Familiar Remo – Pólo Campinho. 

Em 2023, a equipa de saúde possibilita ainda a deslocação de um dos seus elementos aos diferentes espaços do festival para prestação de cuidados primários de saúde, em caso do emergência. 

ESTACIONAMENTO RESERVADO

 

No Andanças temos a existência de estacionamento reservado a pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida:

4 lugares junto à entrada do recinto principal, no Parque de Feiras do Campinho;

1 lugar junto à bilheteira oficial, no Espaço Cultural do Campinho;

1 lugar junto à Cantina Andanças, situada na Escola Primária do Campinho.

1 lugar junto ao Espaço Saúde, situado no Balcão Social Extensão De Saúde Campinho.

1 lugar junto ao Mercado Andanças e Palco Campinho, Praça de Bernardino José Cruz, Rua da Horta, Campinho.

wc acessíveis

 

No Andanças existem instalações sanitárias adaptadas no recinto principal e na Cantina Andanças.

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Campismo Andanças: onde e como aceder a esta área do festival.

A área de campismo do Andanças é um serviço gratuito para quem possua pulseira para o festival, isto é, só os participantes com pulseira válida podem ter acesso ao campismo.

O campismo do festival localiza-se à entrada do Campinho, pela estrada de São Marcos do Campo, e fica a 300m do recinto principal.

O campismo do festival abre na quarta-feira, dia 26 de julho, às 18h30, para os participantes com passe geral ou bilhete para quinta-feira, dia 27 de julho. Já o check-in de participantes com bilhete diário, deve ser feito no próprio dia. O check out deve acontecer até às 12h00 do dia seguinte à validade da pulseira.

No campismo existem chuveiros e casas de banho. Não são permitidos veículos, como carros, autocaravanas ou carros com tendas no tejadilho, na área de campismo.

Apesar de ser um espaço vigiado, a organização não se responsabiliza por danos, roubos e estragos nas tendas. Nesta área é proibido foguear e fumar e é ainda proibido deixar botijas de gás dentro das tendas. Os participantes que queiram cozinhar, podem encontrar uma área reservada à utilização de botijas de gás na esplanada comunitária do festival e devidamente sinalizada.

À chegada ao festival é possível estacionar, por tempo limitado, numa área reservada a cargas e descargas, localizada no Parque de Caravanas (junto ao campismo). Os participantes podem deixar os seus objetos no campismo e devem dirigir-se de seguida às bolsas de estacionamento indicadas no mapa do festival. As bolsas de estacionamento da Rua da Couves situam-se a 500m do campismo e a 250m a pé da bilheteira do festival.

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Quem vai dar baile no Andanças? 

Música e dança pela noite dentro com bailes nos palcos Adiafa, Feira e Seara, das 22h às 03h! As noites no Andanças são para pôr em práticas os passos aprendidos durante o dia, mas também para soltar o corpo livremente, ao som das bandas que chegam de vários países. Quem vai dar baile no Andanças? 

SERGIO COBOS (GZ)

GRUPO VELHA GUARDA (MADEIRA, PT)

DUO DES CÎMES (FR)

AIRE (PT)

OS BURRICOS (PT)

BUREL (PT)

NÃO ÉS TU SOU EU (PT)

ZÉ OLIVEIRA (PT)

DAHU (PT)

STOMPIN AT SIX (PT)

ESPAÇO BAIÃO (BR)

EDENTIA (FR)

ZAROJ (ES)

RUDEMÀ (IT)

OBAL (GZ)

 

Toda a programação aqui.

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Estacionamento e trânsito no Festival Andanças 2023

É muito importante para os participantes, para a organização e para os Campinhenses garantir o conforto de tod@s no que toca ao estacionamento dos veículos que chegam ao festival, garantindo ainda que ficam bem localizados no que toca ao acesso aos serviços do festival. Assim disponibilizamos toda a informação que devem saber ao chegar ao festival.

Pelo bom funcionamento do trânsito na aldeia e pela não perturbação dos moradores do Campinho, durante os dias do Andanças, foi definido um mapa de trânsito do festival e foram criadas três bolsas de estacionamento, não sendo permitido estacionar veículos fora destas áreas.

As três bolsas de estacionamento podem ser identificadas no mapa abaixo. 2 bolsas com acesso pela Rua das Couves, para os participantes que chegam ao Campinho pela estrada de São Marcos do Campo (CM1129). 1 bolsa com acesso direto para quem chega pela estrada da Cumeada (CM1130).

As bolsas de estacionamento da Rua da Couves situam-se a 500m do campismo e a 250m a pé da bilheteira do festival. A bolsa de estacionamento da CM1130 situa-se a 400m da bilheteira e a 470m da cantina, receção de artistas e guarda de instrumentos.

À chegada ao festival é ainda possível estacionar, por tempo limitado, numa área reservada a cargas e descargas, localizada no Parque de Caravanas (junto ao campismo). Os participantes podem deixar os seus objetos no campismo e devem dirigir-se de seguida às bolsas de estacionamento indicadas no mapa do festival (ver mapa).

Aqui se disponibiliza o Mapa de Trânsito Andanças 2023.

 

Tudo sobre estacionamento e trânsito no Festival Andanças 2023 aqui.

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
©2022 Copyright, todos os direitos reservados por PédeXumbo
Scroll to top