• Português
  • English

“A Caminhar para o Andanças” é o mote para o regresso do Festival Andanças, numa edição especial, em 2021, na aldeia de Campinho (Reguengos de Monsaraz), nos dias 21 e 22 de agosto.

Parque de Merendas de Campinho 1024x683 Andanças 2021

Uma nova casa

 

O Festival Andanças encontrou uma nova casa cheia de novos horizontes para espalhar música, dança e todos os valores e energia que o caracterizam. Esta nova casa situa-se no Alentejo Central e tem vista para a planície alentejana, dos sobreiros e das azinheiras, e para o espelho de água da albufeira de Alqueva. Campinho, uma das mais bonitas aldeias ribeirinhas de Reguengos de Monsaraz, é agora o ponto de encontro oficial para os amantes do Festival Andanças. 
Numa parceria da Associação PédeXumbo, entidade organizadora do festival, com a Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz, e ainda com o apoio dos parceiros locais União de Freguesias de Campo e Campinho e Associação Gente Nova de Campinho, o Andanças âncora-se assim junto às idílicas águas de Alqueva para um novo recomeço. Inspirado por esta região encantadora e pela nova comunidade que o acolhe, o Andanças dá assim inicio à relação com o lugar que será agora o seu lugar. E o lugar do Andanças é também o lugar de todos os que dele fazem parte. É, por esse motivo, que, em 2021, regressa com uma edição especial, dedicada a este recomeço, a este caminho que se inicia, propondo dar a conhecer a região aos andantes e, ao mesmo tempo, dar a conhecer o Andanças à região.

“A Caminhar para o Andanças”: uma edição especial em 2021

 

“A Caminhar para o Andanças” é o mote para o regresso do Festival Andanças, numa edição especial, em 2021, na aldeia de Campinho (Reguengos de Monsaraz), nos dias 21 e 22 de agosto. Ao contrário da proposta inicial, que apontava para cinco dias de programação, o contexto atual obrigou a Associação PédeXumbo a pensar num formato transformado, adaptado às possibilidades de se fazer um festival de música e dança numa situação de pandemia. Esta edição marca assim, não apenas o regresso do festival, como a vontade de continuar e resistir face a todas as limitações que a conjuntura atual nos impõe.
Será um fim-de-semana dedicado ao festival e à sua nova casa, com dois dias de atividades que, estando longe do programa habitual do Andanças que todos conhecemos, celebram esta nova parceria com Reguengos de Monsaraz e marcam a chegada do festival a um novo território, cheio de riquezas e encantos que terão oportunidade de conhecer.
Esta edição especial terá lotação para apenas 60 participantes, o número encontrado para o cumprimento de todas as regras de segurança impostas pela DGS para a realização das atividades propostas para esta edição especial do festival.

Caminhada 012 1024x768 Andanças 2021

Quando a dança dá lugar ao caminho!

 

Não é o Festival Andanças, mas é sobre o seu caminho e futuro que trata esta edição especial!

E todos perguntam “mas não há dança?” A resposta é: este ano a dança dá lugar ao caminho, naquele que é um momento histórico para todos os que trabalham na promoção da dança, música e outras artes.

As regras da DGS ditam que os eventos com público e participantes devem cumprir um conjunto de regras que evitam a propagação da pandemia em Portugal, por isso, não devemos dançar, dar as mãos, abraçar-nos e todos estes gestos que dão vida ao Andanças. Mas sabem o que é que também não podemos fazer? Parar! Não podemos parar!

O pensamento da PédeXumbo para esta edição de celebração do Andanças é fazer com que o programa aconteça, com que não desistamos de programar neste território vasto e rico que é o Alentejo, com que não desistamos de continuar a fazer o nosso trabalho e de o levar aos “andantes”, mesmo com as condicionantes impostas.

A dança dá lugar ao caminho como forma de esperança de que os nossos próprios pés encontrem o caminho de volta às rodas, quadrilhas, aos seus pares. Caminhar é, este ano, a forma mais bonita de celebrar a nova casa do Andanças, a região de Reguengos de Monsaraz!

StarStaX LRT 00001 LRT 00042 lighten 1024x576 Andanças 2021

Dois dias de passeios para conhecer a região

 

“A Caminhar para o Andanças” propõe dois dias para quatro visitas-passeios, que vão dar a conhecer a região, as suas paisagens, o seu artesanato, a sua gastronomia entre outras artes, com momentos de conversa entre agentes locais e coordenadores do festival, numa fusão de linguagens que põe o território em diálogo com os pilares do festival Andanças. Um conjunto de encontros entre a malha urbana e a natureza banhada pelas águas do grande Lago de Alqueva, sem esquecer momentos protagonizados pela música e pela dança.

Nos dias 21 e 22 de agosto, vamos conhecer Monsaraz e a sua Rota Megalítica com Isidro Pinto do grupo Caminhantes Monsaraz a Caminhar; provar um vinho na Herdade do Esporão; observar a planície dos sobreiros e azinheiras e as águas de Alqueva; conhecer a famosa Olaria de São Pedro do Corval. Vamos provar a deliciosa gastronomia regional, em almoços acompanhados do Cante Alentejano. Na noite de sábado vamos ouvir os Burricos (PT) e depois teremos a oportunidade de presenciar o grande espetáculo, que chega depois do pôr do sol – o estrelado céu de Alqueva – com Dark Sky. No domingo encerramos esta celebração com o concerto de Sergio Cobos (GZ).

Para além das atividades propostas no programa do festival, os participantes poderão ainda desfrutar de outras atividades que a região oferece aos visitantes, como passeios pedestres para conhecer a fauna e flora local, passeios de bicicleta, passeios de barco no Alqueva, entre outros desportos náuticos. Podem ainda refrescar-se nas várias praias fluviais de Alqueva e aproveitar para descansar numa das paisagens e regiões mais tranquilizantes de Portugal.

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
©2021 Copyright, todos os direitos reservados por PédeXumbo
Scroll to top