No Andanças estamos juntos!

Somos família durante sete dias, imersos em dança, música, arte, amigos, comunidade, passeios, tradição, natureza e sonhos.

FAMÍLIAS

 

De 4 a 10 de agosto formaremos uma família Mundo, da qual a criatividade individual transbordará para o coletivo e para o espaço da Barragem que voltamos a ocupar. Vamos criar uma tela humana que nos interligará com o que nos rodeia. Ramificaremos ideias, conceitos, pensamentos de um mundo melhor, como uma árvore repleta de rebentos. Transformar-nos-emos numa constelação humana, ligados pela vontade de passar dias plenos.

 

Na sua vigésima quarta edição, o Andanças continuará a ser um festival sem idade, para todas as idades, um espaço de encontro, aprendizagem e descoberta.

O regresso

O Andanças está de regresso à Barragem de Póvoa e Meadas, o mesmo espaço que nos acolheu em 2013 e no qual fomos crescendo até 2016, ano em que um incêndio no parque de estacionamento destruiu mais de 400 viaturas. Nos dois anos subsequentes redimensionamos o festival e abraçámos a vila de Castelo de Vide.

 

O desejo de regressar ao enlace natural da albufeira da ribeira de Nisa, às árvores repletas de sombra, nunca nos abandonou, e 2019 marca o ano em que conseguimos reunir as condições para regressar. É um regresso ao espaço, mas é também um regresso ao formato pelo qual o Andanças é conhecido.

 

Continuaremos assim com um Andanças independente do tempo e do espaço. O Andanças daqueles que o fazem, daqueles que o acolhem e dos que nele participam e que lhe dão sentido. Um Andanças com uma programação diversa e rica que se prolonga pela noite fora, e que ocupa pequenos e graúdos em atividades que vão das oficinas de dança, música, desenvolvimento pessoal, artes plásticas, gastronomia e passeios aos concertos e bailes – num formato já conhecido, um formato em que o público participa, ávido de novas experiências.

 

Um Andanças de todos, vivido em família.

Sete dias de festival

 

De volta ao formato de sete dias, este ano o Andanças começa a um domingo e termina a um sábado, para que todos possam chegar e partir calmamente. Sete dias onde poderemos bailar entre a natureza, aprender uma dança nova no intervalo de mergulhos refrescantes na barragem, experimentar produtos locais das propostas que nos chegarão para preencher o Mercado, descobrir a história inscrita na paisagem local, descansar à sombra com os pés num riacho, estar em família na natureza e no Alentejo, ser parte de mais uma edição que pretende manter a qualidade e a diversidade na programação e perpetuar o conceito do festival como espaço de encontro, experiências e criação.

 

Um convite a uma viagem que começa em Portugal

Em 2019 daremos início a um ciclo anual com espaço de destaque na programação que se focará num país específico. Este ano a viagem começa em Portugal.

 

O Andanças transformar-se-á assim numa montra interativa do melhor que se faz em Portugal, incitando o encontro com o diferente, o outro, o tradicional e o contemporâneo, convidando à participação de todos, num diálogo de enriquecimento mútuo e de criação de um espaço de bem-estar.

“No Andanças encontramos a nossa família, nos amigos que lá fazemos, na família que nos leva e que lá redescobrimos. Família como um todo, intemporal. Família abraço, que encontramos entre danças, sorrisos e alegrias.”

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
©2019 Copyright, todos os direitos reservados por PédeXumbo
Scroll to top