Comunicação social
+
O que dizem de nós:
"O Andanças contribuiu para a mudança de mentalidades(...)pondo em prática a filosofia da Pédexumbo, a estrutura mãe organizadora: a cultura participativa e o aprender fazendo, em que as "danças, as músicas e os instrumentos, aprendem-se estimulando públicos e artistas a dançar e a tocar" Claúdia Galhós (30/07/2016)
Expresso 

"Os anos passam a correr e o Andanças já celebra a 21ª edição (...) (28/07/2016)"
Revista Sábado
(...) Tudo aqui vale a pena. O lugar, que faz lembrar um jardim sagrado, com riachos escondidos e árvores centenárias que quase parecem tocar os céus; a vista, com a fantástica barragem de Castelo de Vide com água cristalina a convidar ao banho; a missão do Festival, de um respeito profundo pelo Planeta, com postos de reciclagem espalhados por todo o lado, cinzeiros, pontos de água natural e o intuito de eliminar quase por completo a presença de plásticos no recinto, no qual se inclui a criativa tradição da caneca em que se apela a que cada visitante se faça acompanhar de uma caneca individual de forma a evitar os copos de e plástico; a comida, preferencialmente vegetariana ou macrobiótica, sendo que tudo o resto também tem aqui lugar, mas confeccionado de forma mais caseira; e as pessoas, claro, sobretudo as pessoas. (...) 10/08/2015
Canela e Hortelã - Revista online de cultura, Lazer e Viagens
Durante o dia, aprende-se a dançar e à noite dança-se o que se aprendeu. É este o conceito do Andanças, festival internacional de danças populares, que teve início ontem e termina no domingo, dia 9 de Agosto. (...) 04/08/2015
SOL
Os palcos do Andanças nem chegam a “arrefecer”, pois assim que sai um artista esta outro à espera de começar a sua oficina de dança. Mas não é preciso ser artista de um dos palcos do Andanças para mostrar o seu talento. No meio do público encontramos um grupo do Centro de Desenvolvimento e Comunitário do Bairro dos Lóios da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, que cantava músicas tradicionais portuguesas.  (...) 04/08/2015
Rádio Portalegre
"Estamos a festejar os 20 anos e temos mais oferta cultural para os visitantes", disse à agência Lusa a coordenadora da iniciativa, Ana Martins, indicando que a 20.ª edição do certame reúne cerca de mil artistas de todo o mundo. 03/08/2015
Público 
(...) O ambiente de convívio, empatia e descontração permite precisamente que até quem tenha "pé de chumbo não se deixe intimidar ou inibir e entre na dança. (...) 01/08/2015
Expresso 
A 20º edição do festival de música e danças tradicionais que decorre no Alto Alentejo prova porque é que este é um dos melhores festivais nacionais para famílias. Um bom motivo para pegar nos miúdos e rumar à Barragem de Póvoa e Meadas, em Castelo de Vide, a partir de 3 de agosto.  31/07/2015 
Evasões
Celina da Piedade senta-se sozinha com o seu acordeão e começa. Logo se juntam pares para a mazurca. Ela está feliz de cá estar, nós felizes de que esteja. Após quatro músicas apresenta o resto da banda. “Tocar um bocadinho sozinha foi um capricho meu. É bom estar de volta. Em 16 anos, só falhei o ano passado. (...) 31/07/2015
Alma de Viajante
Desde há vários anos que no Andanças se dá especial atenção às crianças e famílias que o visitam. Para estes públicos tão exigentes há um espaço de programação especializada e muito variada, o Espaço Criança, um anfiteatro natural, rodeado de sombras e natureza, com várias atividades a decorrer em simultâneo. (...) 09/07/2015
Portal das Crianças
Festival Andanças mostra e ensina a tocar, cantar e mexer o corpo, 07/08/2014
Reportagem Sic

Dezenas de milhares esperados no Festival Andanças, 06/08/2014
Reportagem RTP

Andanças: um festival com 700 artistas de 20 países, 04/08/2014
Reportagem TVI

Agora, 30/07/2014
Programa RTP
(...) O ambiente único do Andanças ultrapassa todas as barreiras do lindíssimo espaço da Barragem de Póvoa e Meadas, alimenta-se da energia e alegria de quem o visita, bebe da vontade de ser feliz. 20/08/2014
Alto Alentejo
Este ano são esperadas cerca de 30 mil pessoas no recinto do Andanças, junto à barragem de Póvoa e Meadas, em Castelo de Vide. O Festival Internacional de Danças Populares é, cada vez mais, o festival da família e da sustentabilidade. 08/08/2014
Público
Começa hoje a 19ª edição do festival Andanças, que conta com a participação de cerca de 750 artistas de diferentes países e espera receber 30 mil visitantes. A grande festa instala-se no concelho alentejano de Castelo de Vide até ao dia 10. 04/08/2014
Jornal de Notícias
Vamos procurar dar dimensão à comunidade e à programação local, com tudo aquilo que tem a ver com os projectos artísticos locais. Alargámos este projecto à zona de Portalegre e, só para exemplificar, vamos este ano ter o artesanato de Nisa, a sua olaria e os seus bordados", disse. Este ano, segundo Ana Martins, a organização optou por convidar as associações que operam no país e em Espanha na área das danças tradicionais para se responsabilizarem por cada um dos palcos do festival. "O que isto significa é que este ano vamos ter uma programação mais diversa e corremos o feliz risco de termos uma programação mais rica", sublinhou. 04/08/2014
Público
Sete dias a dançar ao ritmo do mundo - O Andanças começa hoje e está preparado um festival com os mais diferentes ritmos, um pouco de todo o mundo. Há novidades e muitas atividades para toda a família. 04/08/2014
Diário de Notícias
«Era tudo muito pequeno no início, ninguém supuha que se tornasse o portento atual. Nunca tínhamos dinheiro para a comunicação, de modo que quem vinha eram os amigos e familiares dos festivaleiros de anos anteriores, que faziam daquilo um evento familiar.» 03/08/2014
Notícias Magazine
(...) O Andanças é uma maratona onde a palavra de ordem é entrar na roda e dançar ou aprender uma dança, que pode ser de raiz tradicional mas que pode ter origem em qualquer parte do mundo.
Expresso (Atual)
Depois de ter passado por Évora, Serra da Gralheira, S. Pedro do Sul e Celorico da Beira, o Andanças em Castelo de Vide para celebrar a sua maioridade. O espaço geral do Festival foi melhorado, com zonas intimistas e abundantes em sombras, adequadas a crianças e famílias. 02/08/2014
Diário Digital
(...) Numa lógica de aproximação às comunidades locais do país, o Andanças convidou 5 associações para programarem dentro das suas áreas. Assim, a Coreto (Porto) tratou das músicas e danças portuguesas, trazendo os grupos Propagode, Toques do Caramulo, Nefup, entre outros. De Lisboa, irá a Tradballs, com os ritmos do movimento folk Europeu, trabalhando em conjunto com a espanhola La Vida En Danza. 31/07/2014
Revista Visão
A primeira condição para ir ao Andanças é gostar de dançar. A segunda é querer aprender. Porque este festival não é como os outros, em que basta bater palmas entre canções. Aqui, a ideia é participar, o que implica estar disponível para seguir passos, entrar nas rodas e rodopiar no tempo certo. (...), 31/07/2014
Revista Sábado
"O Andanças não se vai ver, vai-se fazer. Venham todos para experimentar e divertir-se neste festival diferente", desafia a coordenadora da iniciativa, Ana Martins. O festival, que conta na parte logística com cerca de 700 voluntários e o apoio da Câmara Municipal de Castelo de Vide, tem este ano como principal tema as "Raízes", uma vez que o Andanças quer cimentar a "proximidade" e mostrar aos visitantes as tradições e as danças tradicionais do Alto Alentejo e não só. (...) , 19/07/2014
Público
Desde que o Andanças se mudou para Castelo de Vide, em 2013, que o trabalho com a comunidade foi ganhando raízes. A Comunidade é outro dos quatro pilares que sustenta e o objetivo é contribuir para uma relação de proximidade e envolvimento da população local, para que sinta e viva o Festival como seu; e contribuir também para o desenvolvimento cultural e económico, atraindo e gerando riqueza para a região. 16/07/2014
Jornal Alto Alentejo
Em 2013 a PX introduz no Andanças o Dia Aberto, destinado a juntar associações e empresas interessadas em divulgar as boas práticas e procurar sinergias que permitam percorrer um caminho conjunto a contento de todos. A adesão de voluntários e participantes a todas as iniciativas pró-ambiente propostas no Andanças foi sempre encorajadora... Maio de 2014
Green Wish
(...) No campo da dança, é um evento sem igual no nosso país, com referência a outros festivais mais focados na música, como seja o caso do Festival Músicas do Mundo de Sines. Aqui durante sete dias — de 19 a 25 de agosto —, movimentam-se uma média de 25 mil pessoas. A grande diferença está no facto de a dança estar no centro das atenções e de haver uma programação que põe em paralelo, ao mesmo nível, o convite a ser espectador e o forte apelo a que o visitante participe na dança isto através de dezenas de bailes, de workshops, de oficinas de relaxamento, de instrumentos, etc... 17/08/2013
Expresso
Na descida que nos leva do espelho de água da barragem de Póvoa e Meadas até ao edifício das condutas hidroeléctricas, o movimento anima alguns dos recantos mais convidativos que o espaço encerra.
Nos últimos meses não se têm poupado esforços para que, de 19 a 25 de Agosto, tudo esteja pronto para mais uma edição do festival Andanças - uma organização da associação Pé de Xumbo -, que promete levar muita música e dança até àquela freguesia do concelho de Castelo de Vide Portalegre. 01/08/2013 
Revista Mais Alentejo
(...) Uma semana inteira de Andanças, que é o mesmo que dizer: música e alegria, natureza e ecologia, cinema e teatro, gastronomia e artesanato, reflexão e debate, e dança. Muitas danças. 26/06/2013
Diário do Alentejo
«Afinal, isto é um espetáculo e é só gente boa», ouvia-se no último dia, da boca de um castelo-vidense. Ao longo de sete dias, a Barragem de Póvoa e Meadas recebeu um festival que surpreendeu quem desconhecia o conceito e agradou a que, já havia visitado o "Andanças" na sua antiga casa, em S. Pedro do Sul. 28/08/2013
Alto Alentejo
Se há coisa que ninguém se pode queixar no Andanças é a animação. Ela acontece em todo o lado: no refeitório, no parque de campismo, na barragem, nos palcos, nas filas para a casa de banho, nos duches, na zona de restauração e nos recantos mais florestados do recinto. Há música para todos os gostos e sempre qualquer coisa a acontecer. 02/09/2013
Espalhafatos
Dos festivais de Verão que abundam no país, o Andanças é um dos mais preparados para famílias, com programação e espaços específicos para bebés e crianças. De teatro à dança, passando pelos contos e histórias populares, ou pelas oficinas de música, de pasta de papel, de ioga, de aproximação. De tudo. Há sempre alguma coisa a acontecer e, seja o que for, vem acompanhada de sorrisos dos artistas, dos professores, dos palhaços, de quem serve nas tascas ou dos vendedores do mercado. 06/09/2013
Sol
Nos preparativos do festival, as gentes destas terras ouviam: "O andanças vem aí..". Desconhecendo, perguntavam­-se, entreolhavam-­se, mas que malta é que para aí vem? Será só drogados e guedelhudos? Aos primeiros dias do festival é que perceberam. Isto aqui é muito mais do que eu pensava, eu não tinha imaginação para isto. Inadivinhavelmente contentes, assentam que era tudo boa gente, tranquila e simpática. Venham mais, venham mais vezes. 10/09/2013
Buala
(...) Acordar tradições: À 18ª Edição, o festival Andanças muda-se para a Planíncie alentejana. 14/08/2013
Revista Visão / Sete
(...) El resultado es un colorido crisol en el que el visitante podrá aprender danzas portuguesas, africanas, americanas y de distintos países del viejo continente: húngaras, balcánicas, vascas, bálticas, belgas, italianas, gallegas, catalanas… todo ello rodeado de naturaleza y en un ambiente de fomento de la economía local y de respeto al medio ambiente. El festival luso quiere así demostrar que existe una demanda real y que hay lugar para el ocio alternativo, de calidad, responsable y respetuoso. 26/06/2013
Ladyverd
Se gosta de natureza e gosta de danças tradicionais, então comece a programar a sua agenda de Verão, pois vem aí mais uma edição do festival Andanças. Este ano, o evento terá como temática a Descoberta e será num local diferente das edições anteriores – a Barragem de Póvoa e Meadas, em Castelo de Vide. 12/06/2013
GreenSavers
Acreditação
Sabemos que é um/a profissional dedicado/a e, provavelmente, tão apaixonado/a quanto nós por todos os assuntos que rodeiam o Andanças e queremos dar-lhe as melhores condições possíveis e todo o acesso à informação – mas primeiro, há um conjunto de regras que têm de ser seguidas para que o festival corra sobre rodas para todos, no meio daqueles sete dias intensos de música, dança e troca de ideias. Antes de preencher o formulário, leia atentamente as instruções abaixo.
+
Regras Acreditação
1. A acreditação de jornalistas deve ser feita antes do início do festival, por escrito, em formulário específico para o efeito;
2. O número de jornalistas acreditados no Andanças é limitado, e a Organização reserva-se o direito de recusar novas acreditações quando esse limite for atingido;
3. A acreditação deve ser solicitada pelo órgão de comunicação e não pelo próprio jornalista: são aceites até dois jornalistas por tv/jornal, e um por rádio/blog/site;
4. É acreditado um (1) foto/vídeojornalista freelancer (profissional ou amador) por ano: a proposta de candidatura deverá ser enviada até 22 de Julho de 2016; o CV deverá incluir um trabalho, disponível online, realizado sobre alguma edição passada do Andanças. Resposta no dia 24 de Julho;
5. A acreditação dos jornalistas traduz-se pela oferta de um bilhete para os sete dias de festival e acesso livre a todas as iniciativas, não incluindo outras ofertas, como sejam refeições ou alojamento;
6. Entrevistas sobre temas específicos do Andanças podem ser agendadas para o número +351 927 808 861;
7. Não há convites para acompanhantes de jornalistas;
8. As viaturas dos jornalistas devem ficar estacionadas nos parques de estacionamento gerais, não podendo circular por acessos reservados à Organização;
9. A Organização possui um arquivo de fotografias do festival oferecidas por jornalistas e participantes, as quais estão disponíveis para quem as solicitar; novas adições a este arquivo são sempre bem vindas.
10. Os pedidos de acreditação precisam ser complementados por uma carta assinada pelo editor responsável do órgão de comunicação em causa, especificando o nome e função do jornalista a acreditar.
Formulário de acreditação
+
  Campos de preenchimento obrigatório.
Organização:
A PédeXumbo é uma estrutura apoiada por:
Em colaboração com: